domingo, julho 24, 2005

The Thirty-Second

Aviso: Procuram-se 2 indivíduos: um Tauren e um Goblin... o Tauren foi visto pela última vez ao pé de Bloodhoof Village e desapareceu desde então; o Goblin nunca foi visto. Não digo os nomes porque não me lembro deles :P Qualquer ajuda deverá ser prestada a Harthrul, que pode ser encontrado em Mulgore, entre Bloodhoof Village e Thunder Bluff, Realm Dragonmaw.

Como (alguns) poderão deduzir, ando a jogar World of WarCraft, e estou a gostar bastante do jogo (principalmente porque o consigo correr ao máximo, e sem qualquer tipo de perda (perca é um peixe) de frames visível (a partir das 60 não se nota ;) :D

Jogo em 2 realms:
- Dragonmaw: onde tenho um Tauren Warrior, de nome Harthrul (apesar do meu irmão insistir que são sílabas a mais [2 sílabas tem o nome] para um touro bípede, de porte considerável), e de nível 13... que, diga-se de passagem, creio estar bem encaminhado. Anda com um bom "club" que muita cabeça já desfez... e mesmo assim consigo recolher bicos de pássaros :)
- Aggramar: onde tenho uma Human Mage, de nome Satyras (as minhas feiticeiras chamam-se sempre [desde que joguei "seriamente" {sim, pois} Diablo II] Satyras), de nível 10 ou 11, não tenho bem a certeza... essa já manda umas boas bolas de fogo e umas quantas estalactites à cara dos inimigos... mas não possui grande resistência e, como fugir no WoW é quase mentira, aquela menina está quase a igualar o camarada Harthrul em número de ressureições :P

So far, estou a gostar bastante do jogo... só tenho pena de jogar 99% do tempo sozinho. Digo 97% porque já houve 2 vezes, uma com cada personagem, que me juntei a outro personagem na nossa luta contra as forças do mal e da facção oposta (ou seja, só contra as primeiras... porque PvP está "ligeiramente" fora do meu alcance). E a experiência foi benéfica, porque das 2 vezes a classe do outro personagem era o complemento ideal (no caso do Tauren, foi um druida que me curava e ajudava na matança; no caso da feiticeira, foi um guerreiro para levar com as espadeiradas na cornélia) à do meu :)

Talvez num futuro algo distante eu possa finalmente jogar um destes jogos, saindo o dinheiro do meu bolso e não de outros ;)
Outros, ou outro, a quem estou imensamente agradecido. Aliás, demonstro o meu agradecimento de cada vez que se faz um almoço em casa dele. Quero dizer, portanto, que ajudo na limpeza da casa do dito indivíduo, que nem sempre se apresenta como tarefa fácil (embora nunca tenha tido "a sorte" de poder efectuar as tarefas "sub-humanas" :)

No, Legend of the Green Dragon, matei finalmente o dragão pela primeira vez... and not a day too soon... dev0 ter ficado uma ou duas semanas a nível 12... comemorei até a minha passagem para nível 13 com uma comparação ao recorde que o alter ego wrestler do senhor Mark Calaway a.k.a. The Undertaker detém em combates na WrestleMania! Cheguei a morrer 2 vezes num "dia"... o que em muito me prejudicou >:(

Hoje finalmente usufrui de 2 jogos que deixaram de estar protegidos por juramento meu no dia 19 de Julho (último exame, sendo esse o de Química [que me podia ter corrido melhor, etc.]). De nomes Devil May Cry 3: Dante's Awakening e Viewtiful Joe 2.

O primeiro mostra-se como algo excelente, muito frenético... além disso, lembrou-me que já não fazia "boosts" há muito tempo: fiquei com o braço tenso de tanto carregar no quadrado (sim, PlayStation2, de comandos com mais símbolos que a pedra de Roseta :P). Também aproveitou para mostrar que onde há fumo há fogo: o jogo é difícil. Basta dizer que desbloqueei o modo Easy Automatic no 1º boss... e para tal é preciso morrer 3 vezes... uma ninharia. Outra coisa "excelente" no jogo é que, quando se morre, tem de se começar a missão de novo... ou seja, se se morre no boss do final do jogo, é matar a monstralhada toda e as orbs já nem acumulam :( Mas eu sou melhor que isso e vou provar porque é que nem desbloqueei o Easy Automatic no Devil May Cry 2 (do qual gostei, quem diz que o jogo é bosta não sabe do que fala).

O segundo traz de volta a constante galhofa e paródia que é o gozo com filmes e outros jogos até dizer chega. Basta ver que, logo no princípio, os aliens que estão a atacar a terra vêm em formação quadrada, à lá Space Invaders :D Vi pelo menos 2 ou 3 esquadrões assim. Não joguei muito desse, só até ao primeiro savepoint. Mas já tenho algo de negativo a apontar: do que sei, não há Dante, ao que eu cito Orz: "*Frumple*!". Se isto continua assim, acabo a *dançar* com as *vacas infelizes* que insistirem em perguntar coisas sobre os Androsynth... no, wait... That's Star Control II (grande jogo) :P

Como já disse acima, acabei os exames e estou bastante confiante que também o terei feito no que respeita ao Secundário (falta saber a nota do exame de Química). Os projectos para este Verão são: Carta de Condução e Conta Bancária própria. Muito úteis serão... poderei até arranjar uma carroça a pilhas para conduzir nas quedas livres em que tão raramente, se é que nunca, me vejo encontrado :)

Assisti ainda a parte do conteúdo presente no seguinte DVD duplo: "O Candidato Vieira" & "Ena Pá 2000: 20 anos a pedalar na bosta"... basta dizer que há lá coisas que só mesmo Manuel João Vieira se atreveria a dizer... e as letras das músicas têm como base mínima uma palavra: rimar! 'Nuff said! :D

(Hey, hey, what about... you know, girls? *drool*)
Huh, oh... nothing new on that subject matter. Yes, I am that sad a person. Pity me, pity me, 'cause I'll jam a metre long blade through your genitals if you do. I can't say I like my undefeated streak of being single... 18 years it is now :P
But I won't end it due to someone's pity... I still have my dignity, or whatever's left of it.

Falemos de assuntos mais sérios: houve recentemente um surto de atentados bombistas pela Europa e arredores afora(mais especificamente, Inglaterra e Egipto)... Sinceramente, acho que está na altura de retribuir. Está na altura de se criar uma potente facção terrorista ocidental que ataque alvos orientais (arábias e médio-oriente). Aquela gente sabe matar mas não sabe levar com as mortes em cima... quando as mesquitas e os oleodutos começassem a explodir, a ver se as Al-Qaedas não baixavam a bolinha... se piorassem os atentados deles... bem, era evacuar o pessoal ocidental todo e "nuke the hell out of their asses" ou coisa parecida. Umas 2500 bombas de neutrões seriam um bom começo. É preciso acabar com esta porra de clima de "medo", o mundo não avança e se é para isto dar em anarquia, que se aniquile a raça humana e se deixe o mundo a quem dele sabe usufruir (Reinos Animalia (fora a espécie humana), Plantae, Monera, Protista e Fungi).

Enfim, chega de violência.

Bem, creio já ter dito tudo o que há a dizer... deixo então um terceto da autoria do pessoal da Blizzard, atribuído a um Undead (Morto-Vivo ou Desmorto, como alguns dirão), and it goes something like this:

Roses are gray,
Violets are gray,
I'm dead and colourblind!

Henshin-a-go-go, baby! Let's rock, baby, yeah!

2 comentários:

Dehumanizer disse...

só tenho pena de jogar 99% do tempo sozinho. Digo 97%

Não, dizes 99%. :)

Kromgar disse...

é 97%, eu é que me esqueci de mudar o primeiro :D