sábado, abril 01, 2006

The Fourty-Fourth

O dia em que o post foi publicado não tem qualquer relevância quanto ao conteúdo. Este post deve ser lido como qualquer outro: com os olhos abertos.


For fudge's sake, another one!?

'Tis true, but remain silent. You'll have all the time in the web when I'm finished with the writing part... e,
como estás/ão a ler isto, deduzo que já tenha acabado. Portanto fico-me por aqui :P

Bem, decerto estarão absortos em debates de proporções titânicas, tentanto obter uma explicação racional, emocional ou até musical (BA-BA-BA BA-BARBARA ANN!)

Sinceramente, duvido que encontrem uma. Até porque, como uma explicação não é algo palpável, torna-se excepcionalmente difícil se não impossível conseguir realizar uma acção tão física como descobrir a localização de algo através da utilização coordenada dos sentidos aliada a uma directriz cerebral que comanda as operações, decerto conhecido por vós como encontrar.

Mas existe uma razão/explicação/motivo/desculpa/não faz mal/ora essa/deixa estar/a sério/sim para uma nova incursão da minha parte na blogosfera... com intuitos de aumentar o conteúdo disponível, indubitavelmente para melhor, como decerto concordarão.


Após tão calorosa recepção, creio ser altura de iniciar a publicação do dito conteúdo. Por onde começar, hmm?

Bem, como disse há umas 16 horas atrás, ao interpretar brilhantemente um político de 55 anos: "comecemos pelo princípio".
Aliás, creio que a forma que dei à minha tentativa de exterminar a reticência que sentia quanto ao despoletar do conteúdo será até o melhor conteúdo para disponibilizar em primeiro lugar.

Pois bem, como alguns decerto estarão ao corrente, a disciplina de Laboratório de Química Geral II possui, no seu currículo, 2 horas semanais de um certo Módulo de Comunicação e Línguas (Português + Expressão Dramática, basicamente). Bem, ho-... ontem, 6ª-feira, deu-se mais uma dessas ditas cujas. Convém informar que:

  • Faltei à aula da semana passada;
  • Cheguei meia-hora atrasado à aula da semana anterior a essa;
  • Fui o primeiro a chegar ontem ^_^
Bem, depois de ajudar (parcialmente) na elaboração do trabalho da aula a que me foi... impossível comparecer dentro do horário estabelecido, vi-me confrontado, ao voltar a assistir a uma aula do dito Módulo. Tenho de admitir que, quando a... "professora" falou em role-playing me veio à cabeça D&D, WoD, etc... mas afinal era algo de que já tinha ouvido falar remotamente. O cenário que nos foi confiado como palco para a nossa representação foi: irá acontecer um indeterminado fenómeno de proporções destrutivas e planetárias nível mundia e, por cada continente, 5 pessoas serão seleccionadas (éramos 12 participantes, portanto acredito haver alguma relação minimamente linear entre a capacidade de "armazenamento" do bunker onde os 5 indivíduos se protegerão. O método seguido foi o seguinte:
  1. Atribui-se, por sorteio, um personagem a cada um dos presentes na sala (excepto ao/à moderador/a);
  2. Cada pessoa se deve concentrar na respectiva personagem e tentar encarná-la da melhor forma possível;
  3. Após o processo de "encarnação" estar concluído, deve-se proceder a uma introdução de cada um dos presentes (personagens, não actores);
  4. Argumentar a favor da sua integração no grupo de 5 pessoas que irá para o bunker;
  5. Votar, tendo em conta o quão boa foi a argumentação, e não o personagem, nos que deveriam ir para dentro do dito cujo.
Bem, como já terão deduzido por algo que escrevi mais acima, não só fui um dos seleccionados como... fiquei em 1º lugar!!!! =D

Não tenho a mínima dúvida que brilhei como "Político - 55 anos". Sem querer menosprezar os meus caros colegas que tiveram a honra de testemunhar o resultado de 18 anos de falhanços nas artes dramáticas. No entanto, hoje em dia sou um excelente actor, embora ainda fique algo nervoso. Mas isso decerto advirá da minha inexperiência (no que toca a sucessos) nesse terreno =D

Em 36 votos (3 por pessoa, 12 pessoas, sem se poder votar no próprio personagens), concederam-me 8 votos!!! OITO!! ^_^ Escusado será dizer... epá, PRIMEIRO LUGAR!!!
=D

"I rule, I dominate the school!"
=D

Depois de um relato muito incompleto, mudemos de tópico.


Por ocasião da realização do relatório das primeiras duas actividade experimentais levadas a cabo por 2 indivíduos com quem tenho estabelecida uma relação cordial e amistosa de troca de informações/opiniões/feijões/palhinhas, etc., a minha amiga Callisto (de nome que para aqui não interessa, fico ao critério dela revelá-lo se tal lhe aprouver) resolveu, na sua infinita sabedoria, que era um crime eu só ter 700 músicas no Creative Zen Micro. Portanto, toca a exportar 2GB de música, divididos por 400 faixas diferentes. Entre Kamelot, Era, Blind Guardian, Epica, Sonata Arctica, Battlelore, Avantasia e muitos outros, tenho agora 1100+ no dito cujo... e tenho de admitir que, volta e meia, descubro faixas excelentes. Por exemplo:
  • Blind Guardian - Barbara Ann;
  • Blind Guardian - Battlefield;
  • Era - The Champions;
  • Kamelot - A Feast for Vain;
  • Sonata Arctica - Abandoned, Pleased, Brainwashed, Exploited (thinking of Ike here... hmm, hmm hehehehe)
Não vale a pena falar do que não existe. No love :P
As far as friends go, Callisto and our friend Moebius have proved their worth =D

Há ainda um pequeno perk na primeira que me agrada particularmente, como já acontecia com outra das leitoras deste fórum (sim, há mulheres a ler :P). Estranhamente, incide sobre a mesma categoria de partículas oratórias. Ficará para outro post, se não for brutalmente eviscerado entretanto (tanto por uma como por outra).

No que toca a jogos, há muito pouco a relatar:
  • Defendi o título de campeão de Dragon Ball Z Budokai Tenkaichi;
  • Fiz mais uma missão do Devil May Cry 3, graças a um enorme fluke da parte da PS2 a que chamo ler o disco.
Bem, a defesa do título foi um evento curioso. No meio de uma ou outra irregularidade e um OLÉ! acompanhado de acorde espanhol, foi possível jogar Budokai 3 & Budokai Tenkaichi. Posso dizer que não tinha perdido tanto jeito como pensava.

Ainda conseguia arrear forte e feio no "#1 contender" aos 2 títulos, com relativa facilidade (Feel the power!). Deu para matar algumas saudades do Budokai 3, embora ache que o Tenkaichi está melhor em muitos aspectos. No que toca aos combates no Tenkaichi, foi bastante simples (Os personagens indicados correspondem sempre ao seguinte esquema: Eu vs. #1 Contender):
  • Ganhei o primeiro combate (Super Perfect Cell vs. personagem cujo nome me escapa) com grande à vontade;
  • Ganhei o primeiro dos combates "do gozo": Ultra Saiyan Stage 2 Trunks vs. Super Saiyan 3 Goku;
  • Perdi para aí uns 8 combates seguidos: Super Saiyan 3 Gotenks vs. Janemba;
  • Para que não houvesse qualquer tipo de dúvidas, fizemos um combate final: Super Perfect Cell vs. Janemba.
Ganhei o último, pura e simplesmente. Ficou provado quem é o campeão =D


Quanto ao Devil May Cry 3, foi realmente feita uma missão. Derrotar o Doppelganger foi curioso. Uma técnica curiosa, mas criativa. Fiquei satisfeito :)
O problema é a missão a seguir: não só começa com uma breve lembrança do quão chatos uns bichos "brancos" disfarçados de anjo conseguem ser, como tenho de... VOLTAR A DERROTAR TODOS OS BOSSES NÃO-HUMANOS!! Não serei só eu a não ter gostado da brincadeira, é certo... já bastou o Viewtiful Joe 1 para isso... mas hei-de conseguir assim que o jogo correr outra vez :)

BA-BA-BA, BA-BARBARA ANN!

Kromgar says he's gonna take your little CD, dust it off, turn it sideways and stick it straight up your candy... donkey. :P

Agent Kromgar disconnected.

3 comentários:

Callisto disse...

Ora entao relatemos uma situacao interessante ocorrida no dia do referido Modulo:

07h58m:

- Callisto a chegar ao Tecnico, a tentar mordiscar um pao com chourico aka breakfast;
- Callisto ouve o telemovel a tocar e passa uns bons 17s a procura do dito na mala;
- Callisto atende o telemovel. É Kromgar: "Estou, Callisto, o modulo ainda é no mesmo sitio?"
- Callisto com ar estupidificado: "Err... Sim..." "É que nao esta ca ninguem..." "Erm. Ainda nao chegaram..."
- Callisto a lembrar-se da hora a que Kromgar chegou no penultimo modulo e a perceber onde é que a situacao foi parar;
- "Ah. Ok. Entao ate ja. Kromgar out."
- Callisto atira com telemovel para dentro da mala e continua a sua quest ate ao (mal)dito Tecnico, que de bom so tem as pessoas com quem se relaciona... E isso basta ;)

Agora fiquei curiosa... Estou para ver estou. Nao te eviscero com uma palhinha da sopa ate ao proximo post... Depois logo vemos :P

Maldito politico. *Humpf* Deixaram uma "Ama de criancas nas horas vagas - 13 anos" para morrer... *Grunf*

Keep writing :P

BA-BA-BA, BA-BARBARA ANN!

Callisto disse...

E agora me lembro... Nao referiste (shame on you!) a nossa estrondosa incursao no Tekken na sexta feira xD Eu, ownada? Naaaa...

Kromgar disse...

Pensei que fosse melhor poupar-te a humilhação ;)