quinta-feira, abril 07, 2005

The Ninth

Hoje é um dia muito importante na história deste registo literário de alguns dos eventos "mais" marcantes da vida do autor que sou eu (hem?)! E querem saber porquê?

(o vazio responde): NÃAAAAAAAAAO!

Bem me pareceu, é um pormenor ínfimo, mais très important, mes amis&amies! :P
Hoje VEIO CÁ UMA PESSOA LER ISTO ALÉM DE MIM(!)

A essa pessoa que conheço bem, gostaria de deixar uma ou outra palavra, e até podiam ser palavras ao acaso como presunto, livro, candeeiro, Boeing ou Nintendo, mas prefiro que estejam encadeadas:

"dearest friend, a honra que me concedeste ao me permitires ser teu amigo e, ainda mais importante, a luz que me dás ao seres minha amiga deixam-me na alma um grande desejo que anseio em poder realizar: que te possa iluminar tua existência, como me iluminas a minha. Sem amor, paixão e outras coisas que receio só mandarem por água abaixo o que de muito belo existe entre nós, quero-te dizer que és alguém muito importante para mim, uma estrela indispensável no céu que me ilumina à noite, mesmo quando estás distante, continuas brilhante ;D
Gostaria que isto saisse melhor do que saiu, e que não parecesse tão forçado, mas o facto é que "foi": escrevo isto por vontade e não por capricho."

Se houvessem meios para tal, eu organizaria uma grande gala de caridade, cujos lucros reverteriam para a minha causa :) mas como tal não é possível, limito-me ao que escrevi em cima (portanto apenas as palavras :P).

Esta semana tem sido caracterizada por horários de sono ridículos (não tenho a certeza de, desde 2ª, ter chegado às 12 horas de sono no total [isto em 3 dias]), pontualidade questionável e outros itens. Aliás, hoje estive para adormecer em 2 aulas, não fossem os docentes que nelas leccionavam terem tido o cuidado de, através de meios mais ou menos subtis, mas eficazes, me "chamar de volta à (semi-)consciência".

"Só eu" são palavras que se aplicam bastante bem nesta situação.

À falta de coisas interessantes de que falar, prefiro ficar por aqui. Aliás, tenho um trabalho (que faz um mês esta Quinta-Feira que o tenho) para fazer, portanto, até me dá jeito não escrever mais aqui e transferir o potencial energético de literatura daqui para lá, até porque, no estado extremo de sonolência em que me encontro, não tenho muito tempo em plena posse das minhas capacidades intelectuais.!

Goodbye, for now...

1 comentário:

Satyras disse...

bem...como me deste a honra de ser a primeira a ver o blog, também acho que me encontro no direiro de ser a primeira a comentar também!
Desclupa o comentário ser só neste, mas eu só estou aqui para elogiar a tua loucura genial e para dizer que também me orgulho de ser amiga de uma pessoa única.
E continua a escrever assim...
Obrigado